sábado, 16 de outubro de 2010

Comer, Viajar, Engordar

Salve! Scuzi, come dezidera la bisteca? Al sangue, a cottura, media o ben cotto?
Sim, isso mesmo, estou falando com você hehe... Perguntei com esse clima italianíssimo como você deseja seu bife: mal passado, ao ponto ou bem passado?
Pergunto, pois o resultado da receita de hoje, vai depender de sua resposta, ok?! hehe Depois do sucesso de vendas do best seller "Comer, Rezar, Amar" e consequentemente do filme que está em todas as salas de cinema, resolvi fazer um post-adaptado - Comer, Viajar, Engordar - , porque vocês sabem... eu sou a rainha da adaptação... hahaha.
Aproveitando o gancho desse clima, depois de ler o livro, ver o filme e começar a ouvir repetidamente por muitas horas até a exaustão um guia de conversação em italiano (aparece na foto) que comprei (muito bom, por sinal), compartilharei aqui uma receita rápida e deliciosa: Bife a parmegiana!!! huum......

Il menú per favore.... (Reflexões sobre o filme)

A idéia da autora e personagem principal de escolher a Itália como o primeiro destino pós- divórcio, foi muito sagaz. O que poderia ser melhor, depois do término de um relacionamento sem sal senão viajar e comer..... muito!!! Haja tempero hein!! haha
Experiências gustativas, roteiros gastronômicos, sempre fizeram parte do roteiro "pós-período-de-fossa". Se você não é adepto de festas, baladas e afins, (espírito idoso como o meu hehe) ... mudar de "ares", conhecer uma nova cultura, colecionar experiências, aprender uma nova língua e de quebra fazer novas amizades, pode ser sua melhor escolha...

Scuzi... (Experiências gastronômicas de Elisabeth)

As experiências de Elisabeth Gilbert na itália, a relação dela com a comida, chega a ser transcedental. Sensações novas são despertadas e uma nova Elisabeth nasce dentro dela mesma. Este é o maravilhoso momento de se redescobrir... No filme aparecem algumas imagens de cafés, trattories, pizzarias e até o famoso take em que Elisabeth (Julia Roberts - no filme) aparece tomando um "gelato" de uma marca famosa ao lado de algumas freiras. Eu recomendo, mas ao mesmo tempo sugiro para que não acumulem muitas expectativas com relação ao filme, pois apesar de emocionante, trata-se de um filme morno (leia-se: "água com açúcar", "tipo sessão da tarde"). Não vá ao cinema com seu senso crítico muito aguçado, ok?! hehehe

Andiamo!!! (Finalmente a receita)

Depois de muito ilustrar este post com essa dica de literatura e cinema, vamos ao que interessa!! Sem mais delongas, sugiro essa receita italiana (aproveitando o clima), para um domingo preguiçoso e faminto.
Com um molho especial e temperinhos de fazer qualquer brasiliano falar italiano, me despeço de vocês com mais essa receitinha que fez um sucesso danado aqui em casa. Olha só que bonito que ficou:

Obs: Preciso fazer essa receita para o meu fidantzato... hehe

Alcatra a parmegiana, tornou-se uma receita deliciosa e fácil de fazer para um domingo preguiçoso... O modo de preparo, a escolha da carne e o molho com as folhinhas de manjerona conferem um sabor especial a esta receita, que eu garanto, fará muito sucesso com você também.

Ingredientes:
8 pedaços de alcatra bovino sem osso
3 dentes de alho picados
sal a gosto
3 ovos
¼ de xícara (chá) de leite
1 colher (chá) de sal
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de farinha de rosca

Molho:
2 latas de molho de tomate
1 xícara (chá) de água
1 colher (sopa) de folhas de manjerona
200g de presunto fatiado
200g de mussarela fatiada
1 colher (chá) de orégano
1 colher (sopa) de azeite de oliva
óleo para fritar

Modo de preparo:
Tempere o pedaços de alcatra com o alho e o sal.
Reserve por 30 min em geladeira.
Bata os ovos com o leite, passe os filés temperados pela farinha de trigo, nos ovos batidos e na farinha de rosca.
Frite os filés de alcatra no óleo até que fiquem dourados.
Reserve.

Molho:
Leve ao fogo o molho de tomate, a água e a manjerona.
Deixe ferver em fogo brando por 5 minutos.
Em um refratário, alterne camadas de molho, carne, presunto e mussarela.
Salpique o orégano, regue com o azeite e leve ao forno médio por 15 minutos.

Obs.n° 1: Você pode substituir o alcatra por outras carnes bovinas ou até mesmo por filé de frango.


Obs.n°2: Não coloquei orégano, pois estava em falta. Ao invés disso, usei folhinhas de manjerona que sobraram do molho para salpicar. Além de ficar muito bonito, ficou delicioso.

A presto!!

Nenhum comentário: