quinta-feira, 14 de abril de 2011

Tofu com graça!!!

Desculpem a ausência destes dias, depois de percorrer 1890km em 36h, algumas estradas sonolentas, um aeroporto lotado e um avião muito atrasado voltei para casa. De qualquer maneira o Rio de Janeiro continua lindo (mas com um trânsito paulista), tanques de guerras e armas continuam legais (LAAD) e minha fome continua gigante, hehe.

Já que estou em casa decidi me cuidar e comer direito (comi uma fatia de pizza carioca de R$10,00 realmente frustrante, heheh). Como ganhei um pedaço de Tofu fresco esta semana da minha professora de mandarim e não queria desperdiçar, acabei unindo o útil (saudável tofu) ao agradável (mesmo mal falado, tofu pode ser bem gostoso e até gourmet).
Segundo o oráculo: Tofu (em japonês: 豆腐, tōfu) é um alimento produzido a partir da soja. Tem uma textura firme parecida com a do queijo, sabor delicado, cor branca cremosa e apresenta-se sob a forma de um cubo branco. É originário da China (assim como tudo que é bom ou falsificado.... hahahah), mas muito comum também na alimentação japonesa ecoreana. O processo de fabricação a partir do leite de soja, é muito similar ao do queijo fabricado a partir de leite, tendo também a mesma consistência (mas o gosto não tem nada a ver...).

Vou lhes contar, fazer tofu dá o maior trabalho.... Já me esqueci quantas vezes, durante a infância, minha mãe me fez ficar mexendo leite de soja na panela em vez de me deixar assistir televisão (obrigado, mãe), para depois descobrir que o negócio esquisito e qualhado virava uma massa insonsa e sem gosto! Para minha sorte, mamãe é cozinheira de mão cheia e fazia vários truques (maravilhosos) para tornar o tofu uma gororoba interessante e deliciosa.

Desde cozinhar em molhos até fritar em imersão, o tofu permite uma gama gigantesca de experimentações e variações. Hoje eu decidi inovar simplificando, cosumindo o tofu sem modificar em demasiado suas características texturais naturais (ou seja, branco e mole, hehehe).

Tofu, cebolinhas e gengibre!


Para nossa receita de aperitivo precisamos de:
  • 1 Tofu fresco (relativamente fácil de encontrar hoje em dia nos supermercados);
  • 3 cebolinhas picadas;
  • Um pouco de gengibre ralado;
  • 1 pitada de sal;
  • 1/2 xícara de Shoyo (eu meço direto no olho, hehehe);
  • 2 colheres rasas de Açúcar;
  • 1/4 de xícara de Sakê (ou vodca ou pinga... que eu também meço direto no olho, hehehe)
  • Água para ferver;
  • Água gelada.
  1. Cortar o tofu em cubos grandes;
  2. Ferver bastante água com um pitada de sal;
  3. Jogar o açúcar em uma outra panela em fogo baixo;
  4. Adicionar o shoyo e o sakê;
  5. Não deixar o molho fervendo, quando levantar fervura, levante a panela e gire o molho e retorne ao fogo, continue nisto até o molho engrossar um pouco (só um pouco, vai levar uns 3 a 5 minutos).
  6. Jogar o tofu na água fervente e deixar por 2 minutos;
  7. Escorrer o tofu e colocar em água gelada para cortar o cozimento.
  8. Montar o tofu em um prato, jogar o molho, o gengibre e a cebolinha, voilá!


Nenhum comentário: