sexta-feira, 13 de abril de 2012

Liberdade - SP e um post atipicamente longo e explicativo...

Esses dias JJLee realizou um modesto sonho antigo meu: me levou pra conhecer o bairro oriental da Liberdade, na capital paulista. Pra quem vive pelas redondezas e pode dar um "pulinho" por lá parece comum, mas esse bairro típico oriental desperta nos sulistas muita curiosidade...

Lanternas... Lindo, lindo!!! Comprei várias pro casamento!!


Como já nasci gostando muito da cultura oriental (não me pergunte o porque, já que aqui no sul tem 1 oriental para cada 5 mil alemães e italianos, coisa rara!), dos 100 mil habitantes da cidade, aos 11 anos conheci uma das melhores amigas que já tive, e era japonesa. O pai japonês magrinho e franzino, casado com uma alemã corpulenta e extrovertida, a ÚNICA família oriental da cidade.
Viraram minha segunda família, e desde aquela época, com finais de semana a fio na casa deles, ouvindo sobre suas viagens a SP para a Liberdade, minha curiosidade ficava cada vez mais aguçada.

Noivos chegandoo!!! Uhuul!!
Com a inclusão da internet, e a boa ajuda do buscador da época o "Cadê" (nossa, quem lembra???), as pesquisas sobre cultura oriental ficaram cada vez mais assíduas. Eu também não queria fazer feio pra família da minha amiga...

Lindo,lindo!!!!
A verdade é que sempre fui - zero-  preconceituosa, aliás, eu sempre tive uma curiosidade fora do comum (pra região que eu vivo), sobre culturas diferentes, mas diferentes MESMO!
No ginásio, por exemplo, recebemos no colégio uma intercambista do Hawaii. Coitada, foi parar em terras pseudo-européias.... hahaha

Quantos detalhes... que lindo!!
Isso significa: pessoas mais fechadas. Isso não quer dizer que as pessoas daqui são ruins, não são mesmo!! Mas existe uma resistência em explorar o "novo" e "desconhecido". Olha que poético...

Adoro o estilo dos postes...
Então lá foi a Gabriela, a única criatura a se aproximar e tentar um contato com a simpática havaiana de descendência de pigmeus africanos (1,45m).... Quer mais exótico que isso??
Na época ainda com o inglês bom (hoje sem praticar, não mais), e praticando muuuuuuuuuita conversação, viramos best friends!!!

Estação da Liberdade e fachada do Bradesco ao fundo.
Até hoje, minha querida Jay, surfista de body board dá seu ar da graça em emails e em redes sociais... Enriquecedor!!
Um pouquinho antes de conhecer JJLee, li o livro "Laowai" da prestigiada jornalista da Rede Globo Sonia Bridi. Preciso deixar registrado aqui a minha admiração por essa mulher! O livro é uma verdadeira "bíblia" ou "manual rápido" para todos aqueles que querem se aprofundar mais sobre a cultura chinesa especificamente. Li duas vezes. E me salvou de algumas situações, pra não fazer feio pra sogra, sogro e família em geral.
Depois disso, fui além e li mais uns livros de autores chineses, como o polêmico de Amy Chua "Grito de guerra da mãe tigre". Recomendo também!!

Feirinha da Liberdade, passeio gostoso!
Agora estou quase virando phD em cultura chinesa.... hahahhaah brincadeira!!
Confesso que namorar um chinês, trouxe imensas vantagens pra minha "sede" cultural.... em pouco tempo, já provei dos mais variados pratos, bebi chá típico, pão chinês (mantou) e por aí vai....

Um dos vestidos que comprei. Qipao. Lindo de morrer!!! Azul marinho, maravilhoso...
A próxima agora é convencer o noivo pra irmos pra China!! hahahahhah Eu penso grande!!!!! hahahaha
Pessoal... amanhã prometo não desviar da temática do site e postar fotos e curiosidades sobre um restaurante chinês que fomos... se eu continuar aqui, o post ficará muito longo!
Será imperdível!!
Beijins!!

Nenhum comentário: